Comportamento de choco em galinhas atrapalha produção de ovos

Conheça as características dessa condição fisiológica das aves e o que deve ser feito para evitar perdas na produção

A galinha em período de choco quase não sai do ninho nem para se alimentar/ Foto: www.montedolaranjal.com

Da mesma forma que a maioria das mães do mundo animal, as galinhas se preparam para cuidar das crias, o que acontece logo após botarem os ovos. Natural do ponto de vista biológico, essa comportamento pode representar perdas para os avicultores especializados na produção de ovos, sendo necessário o controle do período de choco.

O choco é uma reação típica da galinha logo após a postura dos ovos, quando a fêmea se prepara para aquecê-los e dar continuidade ao desenvolvimento dos pintinhos. Durante aproximadamente 21 dias, as aves chocas reduzem a postura até cessá-la de vez.

“O choco é uma condição fisiológica das aves que indica uma falência temporária do ovário e do oviduto, os quais regridem até interromper a postura de ovos”, explica o extensionista da Emater-MG e especialista em Avicultura,  Almiro Gomide.

Além de pararem de botar, as galinhas chocas tem o manejo dificultado, uma vez que apresentam comportamentos mais agressivos que as outras aves. Para defender os ninhos, elas bicam, arrepiam as penas, piam de maneira ameaçadora e tentam amedrontar quem passa por perto.

Contudo, o choco vai muito além das mudanças comportamentais das aves. Elas alteram também a rotina de alimentação, não saindo dos ninhos nem para comer ou beber água, ficando mais fracas. Buscando evitar essas consequências, o produtor, sobretudo o que trabalha com sistema de criação intensivo ou semi-intensivo, precisa utilizar alguns artifícios para evitar ou mesmo interromper o período de choco.

Impedir que as aves passem a noite nos ninhos, evitar a redução do fotoperíodo, recolher os ovos várias vezes ao dia. Essas são algumas estratégias que podem ser utilizadas contra o choco, como ressalta Gomide, que também é professor do curso online de Criação de Frango e Galinha Caipira da UOV – “Deve-se evitar que as aves permaneçam no ninho, pois o peito em contato com os ovos estimula a liberação de prolactina, o que significa estimular o choco e inibir a produção de estrógeno, responsável pela postura dos ovos”

No entanto, se por algum motivo o choco acontecer, algumas dicas são eficientes para interrompê-lo. O saber popular, que indica a imersão da ave em balde de água fria, realmente funciona. O procedimento deve ser repetido duas vezes ao dia, durando alguns segundos. Outra alternativa é separar as galinhas chocas do ninho, oferecendo alimento em abundância e luz por 48 horas seguidas.

 

Por: Lorena Tolomelli

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Comentários

cleide alves dias

16 de jul de 2020

Minha galinha fica muito agitada antes de por ovos. fica andando de um lado pro outro cantando o que pode ser? obg

Resposta do Portal Cursos UOV

17 de jul de 2020

Olá, Cleide

Com vai?

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Recomendamos que você procure  por um especialista, para que ele possa analisar o animal e assim orientá-la de forma mais eficiente.

Atenciosamente,
Erika Lopes

Jociane jovino Silva

15 de jul de 2020

Tenho um galo e 4 galinhas uma delas, não põe ovo e vive chocando os ovos da outra, porque??

Resposta do Portal Cursos UOV

17 de jul de 2020

Ola, Jociane

Como vai?

 

Como é bom ver pessoas que se interessam em aprimorar seus conhecimentos!

Nesse caso, é importante que você procure um veterinário em sua região para que o mesmo possa analisar sua criação e orientá-la de maneira mais eficiente.

Atenciosamente,

Erika Lopes

 

jorge silva correia

14 de mai de 2020

Favor informar quantas vezes por ano chocam as galinhas. Obrigado

Resposta do Portal Cursos UOV

15 de mai de 2020

Olá, Jorge

Como vai?

Como é bom ver pessoas que se interessam em aprimorar seus conhecimentos!

O CPT disponibiliza na área em questão vários cursos na área de avicultura.

Acesse o link https://www.cpt.com.br/cursos-avicultura e conheça melhor nossas opções de capacitação.

Uma de nossas consultoras entrará em contato com você para lhe passar maiores detalhes sobre os assuntos abordados no curso.

Atenciosamente,

Erika Lopes

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2020. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você