Ração de batata-doce reduz custos na produção de frangos de corte

Além de fornecer energia às aves, o tubérculo pode ainda ser comercializado para o consumo humano

As batatas-doce maiores são vendidas nas feiras, enquanto as pequenas viram ração de frango

A ração é a base alimentar na criação de frangos de corte. Balanceada, ela precisa conter componentes energéticos e proteicos, além de apresentar minerais, vitaminas e aminoácidos essenciais. Com os preços altos do milho, a batata–doce pode ser uma boa substituta no fornecimento de energia ao plantel.

“A alimentação deve ser planejada em escala de plantel e o objetivo é estabelecer uma média que satisfaça às necessidades gerais das aves, mesmo que ocorra certa falta de uniformidade entre os lotes”, afirma o professor do curso de Produção de Frango de Corte da UOV – Universidade Online de Viçosa, Judas Tadeu Cotta.

Processada na forma de farinha, a batata-doce tem sido indicada por pesquisadores da Embrapa para a nutrição de frangos coloniais, os quais são abatidos após 85 dias de vida. As porções são adequadas à idade dos animais, sendo utilizados, na verdade, os resíduos do cultivo do tubérculo.

O produtor de frango de corte pode manter o cultivo de batata-doce, comercializando as maiores e mais bonitas para o consumo humano. As unidades pequenas e pouco aceitas no mercado são destinadas a produção da ração, evitando o descarte e o desperdício. Assim, o criador ganha com a venda das batatas, com a comercialização dos frangos e ainda economiza na alimentação dos animais.

Para o pesquisador da Embrapa responsável pelo projeto, João Pedro Zabatela, o que seria jogado fora tem aproveitamento direto nos frangos – “O resíduo é transformado em energia, ou seja, em carnes e ovos, com custo muito baixo, está se aproveitando o que se tornaria lixo”.

O processo de fabricação da farinha corresponde à trituração das batatas e secagem ao sol. Em seguida, os tubérculos são moídos e embalados em sacos plásticos, durando até dois anos. Além de agregar valor à produção, a ração de batata-doce tem seu lado sustentável, já que exige menores quantidades de agrotóxicos e são totalmente aproveitadas.

Por: Lorena Tolomelli

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Comentários

Wanderson de Sousa silva

21 de out de 2020

Quero aprender como fazer a ração com batata doce já estou estudando como fazer ração mais barata pra galinha ! Vc poderia me ajudar

Resposta do Portal Cursos UOV

22 de out de 2020

Olá, Wanderson!

Agradecemos sua visita a nosso site!

Como é bom ver pessoas que se interessam em aprimorar seus conhecimentos! Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações.

Atenciosamente,

Lidiane Lisboa

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2020. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você