Recepção de pintinhos determina qualidade do plantel avícola

Conheça algumas ações que devem ser realizadas para manter os pintinhos saudáveis e bem instalados

Os círculos de proteção precisam estar prontos antes de receberem os pintinhos

Um dos momentos mais importantes na criação de frangos de corte é a chegada dos pintinhos à granja. Esses animais precisam receber cuidados especiais desde os primeiros dias, garantindo a qualidade do plantel a partir do manejo adequado das aves.

Logo após o recebimento das caixas na granja, os pintinhos devem ser retirados das mesmas e acondicionados em locais adequados para o início da criação, como os círculos de proteção. Vale lembrar que estes espaços devem ser previamente preparados, estando já aquecidos e abastecidos com ração e água.

Avaliar a saúde dos animais logo quando chegam é essencial. Como o número de aves é grande, a análise de grupos de amostragem escolhidos aleatoriamente ajuda a facilitar e agilizar o trabalho. No entanto, quanto mais caixas de pintinhos puderem ser examinadas, menor o risco de doenças no plantel. Em casos de defeitos graves nos animais, o fornecedor deve ser prontamente contatado.

“É importante verificar o estado em que os pintos chegaram na granja, bem como o peso e o número de animais antes de soltá-los nos círculos. Eles devem apresentar boa saúde, estar limpos e com o umbigo bem cicatrizado”, afirma o doutor em produção de aves e alimentação animal, Judas Tadeu Cotta.

Até o final da primeira semana das aves, os círculos de proteção devem ser aumentados ou mesmo desfeitos de acordo com a temperatura do ambiente. Para evitar que os pintinhos fiquem amontoados nos ângulos de instalação, deve-se “quebrar os cantos”, ou seja, proteger esses locais com folhas de Eucatex.

A distribuição dos pintinhos pelo círculo demonstra possíveis problemas quanto a temperatura do local. O ideal é que eles se distribuam uniformemente no espaço, não ficando distribuídos nas margens do recinto, o que indica que a temperatura está abaixo do necessário, ouamontoados em cantos.

“Pode haver a ocorrência de correntes de ar, situação que faz com que os pintos fiquem em um canto do círculo de proteção, na tentativa de se protegerem do frio. Essa situação pode ser observada também quando acontecem ruídos externos“, explica Cotta, que também é professor do curso de Produção de Frango de Corte da UOV.

Por: Lorena Tolomelli

 

 

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 21.183.196/0001-77 Inscrição Estadual: 002455277.00-20
(31) 3899-7000 / adm@uov.com.br

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você