Criação de cavalos: dúvidas comuns

Algumas dúvidas podem surgir quanto à criação de cavalos

Criação de Cavalos

A criação de cavalos tem se mostrado uma atividade muito lucrativa e tem dados bom resultados para quem investe nela. Algumas raças, como a Campolina, que é uma das raças de sela mais procuradas e valorizadas, chega a ter uma valorização de até R$ 30 mil por animal de elite. Ainda, a produção de carne tem encontrado um bom mercado, principalmente no exterior, chegando a 5,9 milhões de cabeça criadas para esse fim.

Mas, durante a criação algumas dúvidas podem surgir:


O cavalo mergulhar o focinho na água é normal?


Os cavalos são animais que consomem muita água. Por dia, geralmente, podem consumir de 30 a 50 litros, variando de acordo com vários fatores como o clima, a alimentação e a atividade realizada por eles. Na hora de beber eles levam seus lábios para baixo da superfície da água, gerando um gradiente de pressão com a língua ao engolir o líquido insípido. Quando apresentam esse comportamento de mergulhar até o focinho, por ser por quererem se alimentar de plantas aquáticas, mas é preciso estar atento ao comportamento para verificar se há outras atitudes que indicam que ele possa ter algum problema.


Meu cavalo se alimenta das próprias fezes, e agora?


Cavalos que consomem outros materiais que não são alimentos têm o que chamamos de “pica” ou apetite depravado. A ingestão de fezes, comum em cavalos estabulados é denominada coprofagia. Cavalos têm, por natureza, o hábito de viver em grandes áreas, pastando. Quando ficam presos à situação de estábulo, eles podem apresentar alguns distúrbios comportamentais, como o de se alimentar das próprias fezes. Ainda, a dieta pode estar desequilibrada, provocando a necessidade de ingestão de outro alimento, que acaba por ser as fezes. Para “resolver” esse problema o cavalo pode ser deixado no pasto por mais tempo ou deve receber comida balanceada e feno frequentemente, para que possa se alimentar melhor e não desenvolver distúrbios comportamentais.


O cavalo usado para tração vive caindo. Como agir?


Para animais usados na tração, como charretes ou carroças, a alimentação deve ser pensada para suprir todo o esforço que ele realiza diariamente. Por realizarem um serviço muito pesado, devem receber muito alimento verde, ração concentrada e água, tudo aliado com períodos de descanso. Ainda é possível oferecer suplementos vitamínicos. Ração em excesso e milho podem provocar cólicas e algumas doenças metabólicas nesses animais. Os cascos e ferraduras também devem ser analisados para verificar se não há algum problema com eles. E, por fim, a higiene é extremamente necessária.

Em caso de dúvidas, um profissional especializado em criação de cavalos pode ser consultado para dar as melhores orientações.




Conheça nossos Cursos Online da Área Criação de Cavalos:

Alimentação de Cavalos
Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos
Doma Racional Interativa


Fonte: Consultoras Sandra Aparecida Santos e Raquel Soares Juliano – Globo Rural – revistagloborural.globo.com


por Renato Rodrigues

Sugestão de Curso

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você