Técnicas para o melhoramento genético de equinos

Atualmente, utiliza-se duas técnicas reprodutivas para o melhoramento genético dos animais criados

Égua e potro

Orlando Marcelo Vendramini, professor do Curso Online UOV Reprodução de Cavalos, ressalta que é preciso que o criador de equinos saiba quais as melhores técnicas a serem empregadas para que a reprodução de seus animais seja a mais satisfatória possível, obtendo não só o aumento do rebanho como também o seu aprimoramento genético

Por conta disso, a reprodução de cavalos deve representar para os criadores uma preocupação constante, para que consigam obter o sucesso esperado com a sua criação. Promover o melhoramento genético dos bovinos ajuda a manter animais com excelência genética, fator essencial, especialmente, para criadores de cavalos que competem.

Atualmente, há duas técnicas que têm se destacado como mais eficientes para a reprodução de equinos. Elas estão revolucionando a atividade, dado que promovem o crescimento da equinocultura, com eficiência reprodutiva e aprimoramento das raças e seus cruzamentos. São elas:

Inseminação artificial

Essa técnica reprodutiva tem se tornado sucesso por proporcional bons índices de fertilidade e progresso genético, além de permitir um número expressivo de progênies por garanhão. A inseminação artificial ainda apresenta a vantagem de poder ser feita com sêmen fresco, resfriado ou até sêmen congelado, de reprodutores mortos. Fecunda-se uma ou mais éguas de alta linhagem com um garanhão que apresente alto valor.

Fabiana Garcia, professora do Curso Online UOV Inseminação Artificial em Equinos, esclarece que a inseminação artificial (IA) é uma biotecnologia que mostra grande viabilidade econômica graças às diversas vantagens, entre as quais estão o menor desgaste dos garanhões na reprodução e o melhoramento genético significativo do plantel. O Brasil está entre os países nos quais os criadores de equinos mais aplicam a IA com sêmen resfriado.

Transferência de embriões em Equinos

Para realizar a transferência, utiliza-se uma fêmea doadora e uma receptora. Dentre as várias vantagens promovidas pela transferência de embriões, estão a obtenção de mais de um descendente de apenas uma égua por ano, precocidade de fêmeas jovens para a reprodução, obtenção de potros de éguas que sejam idosas ou que apresentem problemas de parição.

Principais fatores para o sucesso no melhoramento genético

Qualquer que seja a técnica escolhida, alguns fatores são essenciais para garantir que o melhoramento genético do rebanho seja eficaz. A saber:

- boa higienização;
- detecção correta do cio;
- manuseio correto de fêmeas;
- boas características do sêmen utilizado, seja fresco, resfriado ou congelado;
- controle sanitário específico para animais envolvidos no processo;
- bons números em: idade, escore corporal, histórico reprodutivo e fertilidade das éguas;
- treinamento de todos os profissionais envolvidos nesse processo.

Além disso, é preciso ter alguns cuidados, conhecimentos específicos sobre as técnicas e equipamentos adequados. Todo o processo deve contar com o auxílio de um profissional especializado, pois isso demanda eficiência e cautela.



Conheça nossos Cursos Online da Área Criação de Cavalos:

Reprodução de Cavalos
Inseminação Artificial em Equinos
Alimentação de Cavalos

Fonte: Portal Escola do Cavalo – escoladocavalo.com.br
por Renato Rodrigues

Sugestão de Curso

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você