Dicas para uma correta depilação caseira

É necessário pensar tanto no pré-depilatório quanto no pós-depilatório e garantir que a depilação não machuque a sua pele

Depilação
Com o passar dos anos, as mulheres passaram a valorizar mais o seu corpo e conferir traços mais delicados a ele. Um método revolucionário nesse processo foi o surgimento da depilação. Mas, o que muita gente não sabe, é que desde tempos remotos, há registros de mulheres que utilizavam métodos diferentes na remoção de pelos do corpo. Hoje, esse procedimento passou de um procedimento estético a um procedimento de higiene pessoal.

A depilação por cera é um dos métodos mais utilizados atualmente e também um dos mais eficazes. Consiste em grudar uma cera especial na pele, capturando os pelos, e puxá-la, extraindo os pelos pela raiz. Apesar de o resultado ser temporário, esse método faz com que os pelos cresçam cada vez mais finos e fracos, o que, a longo prazo, proporcionará resultados significativos.

Na hora de depilar-se é recomendado procurar um esteticista profissional, pois ele garantirá resultados mais eficientes. Porém, muitas pessoas optam por fazer a depilação em casa para economizar ou por falta de tempo, por exemplo. Caso você seja uma dessas pessoas, fique atento às nossas dicas pra realizar uma boa depilação caseira.

- Limpe a sua pele
Em primeiro lugar, para pensar em depilar alguma parte do seu corpo, essa parte deve estar limpa. Devido ao fato de o contato da cera quente com a pele provocar a abertura dos poros, se a pele estiver suja, ela estará mais suscetível à contaminação por fungos e bactérias. Tome um bom banho e higienize bem a área a ser depilada. Para preparar a pele, também pode ser feita uma leve esfoliação.

- Escolha bem a cera
Devido à variedade de ceras existentes no mercado, escolha a que mais se adapte à sua pele. Existem ceras para peles escuras, sensíveis, secas e ceras que causam menos dor, entre outras. As ceras caseiras devem ser muito bem preparadas, mas é mais arriscado usá-las, haja vista que as industrializadas devem possuir algum tipo de certificação de segurança antes de serem comercializadas. Fique atento se você não apresenta alergia a alguma substância presente na cera escolhida, caso contrário, procure um dermatologista. É importante não reutilizar a cera já aquecida, pois ela pode abrigar algumas bactérias que são resistentes mesmo postas a altas temperaturas.

- Cuide do material
O material de apoio, como luvas e espátulas, deve ser descartável para garantir a sua esterilização. Ao puxar a cera, não tente utilizar pedaços de roupas ou papel comum, pois isso pode machucar a sua pele. Use materiais próprios de depilação, que são fáceis de encontrar e muitas vezes estão à venda em formato de kit.

- Aplique corretamente a cera
A cera deve ser aplicada no sentido de crescimento dos pelos. Como em algumas áreas do corpo os pelos crescem em sentidos diferentes, como as axilas, é importante fazer aplicações diferentes, respeitando a direção deles.

- Puxe!
Na parte mais dolorosa do procedimento, é imprescindível ser preciso e ágil. Puxe a cera de uma vez só, no sentido contrário do crescimento dos pelos e verifique se ainda restou algum. Os pelos teimosos devem ser retirados com pinça, dado que aplicar cera várias vezes no mesmo local pode deixar a pele bastante irritada.

- Cuide das áreas mais sensíveis
Nessas áreas, como rosto, virilha e partes íntimas, recomenda-se utilizar ceras próprias para provocar menos dor, haja vista que podem aparecer manchas ou feridas e a indesejável foliculite em decorrência do uso de ceras mais agressivas.

-Invista no pós-depilatório
Assim como um paciente precisa de repouso após uma cirurgia, sua pele precisa acalmar-se após receber esse choque. Logo após a depilação, use um creme à base de camomila ou calêndula, por exemplo, para ajudar a sua pele a se recuperar. Hidratantes, óleos corporais e esfoliantes podem causar foliculite. Evite usar roupas muito apertadas ou tecidos com textura áspera, expor-se ao sol e produtos de beleza que contenham algum tipo de ácido em sua composição.

É sempre bom lembrar que em áreas lesionadas da pele ou que tenham passado com algum tratamento recente e que estejam sensíveis não podem ser depiladas, pois a depilação pode arrancar parte da pele junto com os pelos.

Por fim, vale ressaltar que, apesar de uma conotação feminina, muitos homens também têm aderido à depilação e todas essas dicas são aplicáveis a eles também!



Conheça nossos Cursos Online na Área de Estética e Beleza:
Curso Depilação Feminina e Masculina
Curso Estética Facial
Curso Profissional de Maquiagem



Fonte: Minha Vida - www.minhavida.com.br



por Renato Rodrigues.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 21.183.196/0001-77 Inscrição Estadual: 002455277.00-20
(31) 3899-7000 / adm@uov.com.br

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você