Dúvidas no cultivo de goiabas

Confira algumas dúvidas que podem surgir em relação ao cultivo de goiabas

Goiaba

A fruticultura é um dos setores agrícolas de maior destaque em nosso país, ganhando espaço em todos os estados do Brasil. Os números são surpreendentes e a quantidade de frutas produzidas em nosso território ultrapassa os 40 milhões de toneladas. Uma das frutas responsáveis pelo sucesso dessa atividade é a goiaba.

Adriano de Pinho M. Filho e Arlindo Piedade Neto, professores do Curso Online UOV Produção de Goiaba, destacam a versatilidade dessa fruta, que é utilizada das mais diversas formas na indústria alimentícia, e ainda consumida em larga escala in natura ou em sucos, compotas e polpas.

Porém, no seu cultivo, é possível que alguns problemas apareçam. Confira algumas das dúvidas comuns a quem cultiva goiabas:

Planta com frutos madures, verdes e flores ao mesmo tempo

Para estabilizar a produção de goiabas, deve-se realizar uma poda total na planta, para que haja o encurtamento de todos os ramos do ano, deixando intactos de 12 a 15 ramos por planta. Isso tem como objetivo proteger o restante da planta da incidência direta de luz solar, além desses ramos terem a função de fazer com que a planta permaneça ativa, o que produz uma uniformidade na brotação e na emissão de ramos frutíferos. À medida em que apareçam os brotos, o excesso deve ser retirado quando atingirem cerca de 20cm de comprimento, deixando apenas os ramos frutíferos em quantidade compatível com a de produção. A partir desse momento, os ramos que foram deixados como “guarda-sol” podem ser eliminados.

Galhos com uma espécie de ferrugem

Conhecida como ferrugem-da-goiabeira, a incidência dela indica que há infecção fúngica na planta. O problema pode ser amenizado com uma redução no tempo de molhamento da planta e com a remoção de brotações vegetativas e excesso de brotação florífera, o que propicia maior incidência de raios solares e arejamento da planta.

Frutos com bichos, inclusive os verdes

O famoso bicho da goiaba pode ser uma larva de diferentes espécies de insetos que se alimentam da polpa da fruta. Ensacar as frutas quando elas apresentarem 2 a 3cm de diâmetro pode ser uma alternativa para controlar a invasão das larvas. Após o ensacamento, faça um furo na parte inferior para evitar o acúmulo de água. Há inseticidas que também podem ser usados, mas devem ser recomendados por profissionais habilitados.

Fruto com polpa preta

Ainda que, por fora, a fruta pareça sadia, ela pode estar com a polpa toda comprometida. Alguns problemas como esse podem ter sido causados quando a fruta ainda estava em desenvolvimento que, mais tarde, podem facilitar a incidência de infecções. Nesses casos, recomenda-se levar amostras para análise, pois a possibilidade de se obter um diagnóstico equivocado sem essa análise é grande.

Besouros amarelos

Muitas pessoas acreditam que é possível eliminar qualquer praga com a calda de fumo, que é usada para controlar a presença de pulgões. Em casos de besouros e outros insetos que se alimentam das folhas das plantações, é possível utilizar o óleo de nim, que deve ser usado com cuidado para não queimar as folhas das plantas.


Conheça nossos Cursos Online da Área Fruticultura:

Produção de Goiaba
Produção de Limão Taiti
Produção de Abacaxi

Fonte: Globo Rural – revistagloborural.globo.com
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você