Carrapatos: Danos e Controle

O que a maioria dos produtores não sabe é que se deve considerar a correlação entre o clima e as fases da vida dos carrapatos ao longo do ano para melhorar a eficiência do seu controle.

Carrapatos

Os carrapatos são os parasitas bovinos que mais causam prejuízos nos rebanhos brasileiros. Em sua fase parasitária, ficam presos ao couro do animal, sugando seu sangue e se reproduzindo, levando a quedas de até 15% na produção.

Esses parasitas são responsáveis pela transmissão de agentes causadores de doenças, como a Tristeza Parasitária Bovina, ao se fixarem no corpo dos bovinos e se alimentarem, transmitindo protozoários do gênero Babesia e rickettsias, do gênero Anaplasma, que, juntos ou não, produzem quadros clínicos distintos, que são denominados Tristeza. E, ainda, pelos gastos com a aquisição de medicamentos e de mão de obra especializada para o tratamento dos animais, além das perdas com os bovinos que vão a óbito, quando não adequadamente tratados.

Segundo John Furlong, professor do Curso Online Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres, “A maioria dos pecuaristas brasileiros controla carrapatos observando a infestação nos animais do rebanho, não importando a época do ano. Assim, quando o número de fêmeas ingurgitadas observadas nos animais é grande, em uma avaliação bem subjetiva, é feita uma aplicação de produto carrapaticida.” Tal aplicação é feita várias vezes durante o ano, em número não determinado, e com diversos tipos de equipamentos, os quais variam desde o banheiro de imersão até o pulverizador costal, sendo este operado, na maioria das vezes, de forma displicente, sem observar aspectos de segurança, o que depois se revela pouco efetivo.

Outra prática comum no manejo dos rebanhos é a troca frequente de carrapaticida para obter melhores resultados. Entretanto, os efeitos do novo produto logo começa a decair, pois a maneira de sua aplicação é, na maioria das vezes, feita de forma incorreta, não cumprindo o seu objetivo específico de controlar os carrapatos e permitindo que se tornem mais rapidamente resistentes aos carrapaticidas.

O que a maioria dos produtores não sabe é que se deve considerar a correlação entre o clima e as fases da vida dos carrapatos ao longo do ano para melhorar a eficiência do seu controle. Para isso, deve-se utilizar o chamado “sistema estratégico de controle”, que, “integrado” com outras práticas de manejo relacionadas aos animais e à pastagem, possibilitará uma grande diminuição na população desses carrapatos.

Atitudes indicadas para o controle dos carrapatos:

  • Conhecer a vida do carrapato no ambiente;
  • Considerar o tipo de manejo de pastagem;
  • O grau de sangue dos animais;
  • Escolher o produto adequado;
  • Aplicar da maneira mais correta;
  • Aplicar na época mais propícia.

 

Conheça os Cursos Online da área de Gado de Leite da Universidade Online de Viçosa.

 

Curso Online Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres

Curso Online Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite

 

Fonte: EducaPoint - educapoint.com.br

Por Bruna Falcone Zauza

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 21.183.196/0001-77 Inscrição Estadual: 002455277.00-20
(31) 3899-7000 / adm@uov.com.br

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você