Conheça atitudes de chefes que deixam o ambiente de trabalho ruim

Algumas atitudes deixam o ambiente de trabalho tóxico e prejudicam a produtividade dos funcionários

Funcionário irritado

O ambiente de trabalho é um local que deve propiciar aos trabalhadores um clima agradável e amistoso durante o dia a dia da empresa. É fundamental manter um bom relacionamento entre os funcionários para que não se crie um ambiente tóxico e que, por consequência, acabe provocando nos profissionais o desejo de deixar a empresa.

Edson Moura e Márcia Clarindo, professores do Curso Online UOV Liderança Gerencial – Como Desenvolver Habilidades em Liderança, explicam que há uma diferença entre chefe e líder. Enquanto o líder busca motivar sua equipe, o chefe busca mandar em cada funcionário, o que pode deixar o ambiente de trabalho pesado e os funcionários estressados com o serviço.

Basicamente, um líder é a pessoa responsável por conduzir e inspirar sua equipe. Motiva e segue junto com ela. A figura de liderança é respeitada e os funcionários, ao contrário do chefe, tendem a não temê-lo. Está sempre atento aos resultados, mas também está atento à melhor forma de conduzir sua equipe para que, juntos, alcancem os objetivos esperados. Um bom líder sabe que não tem funcionários, mas sim uma equipe. Sempre disponível, ele ouve seu time e procura explorar o melhor de cada um, valorizando habilidades e respeitando dificuldades.

Já o chefe é aquela pessoa que comanda pessoas, é autoritário e dá ordens. Essa pessoa está sempre pensando em resultados e lucros, concentrando em si próprio o poder sobre sua equipe. Na maioria dos casos a figura do chefe é temida, não respeitada. Os funcionários não se sentem à vontade para relatar problemas ou a questionar quando têm dúvidas.

Confira alguns erros muitos comuns cometidos por chefes, que tornam o ambiente de trabalho ruim para os funcionários:


- Não ouvir sua equipe

O primeiro erro de um chefe tem muito a ver com as características desse profissional: é o único que fala e os outros funcionários apenas escutam e concordam. Ainda que a resposta não seja favorável, o chefe deve escutar as opiniões e pontos de vista de outros funcionários, sem condená-los ou ignorá-los. Se a equipe não está confortável para discutir abertamente suas opiniões, o chefe não conseguirá tomar as melhores decisões para ela.

- Não promover os funcionários

É importante analisar todos os funcionários que já foram promovidos para ver se é possível encontrar uma característica comum a todos eles. O chefe deve ser imparcial para promover seus funcionários e, ao promovê-los, a equipe deve acreditar que a promoção foi merecida. Caso o contrário, isso pode ser entendido como benefício sem merecimento e ajudar a criar um ambiente tóxico na empresa.

- Punir quem arriscou

É muito comum que chefes punam funcionários que se arriscaram e que não obtiveram o resultado esperado, mesmo ressaltando a importância de assumir riscos. É preciso estabelecer regras e definir o que é um risco saudável, quem deve aprova-lo e o que acontecerá caso a ação não obtenha sucesso. A partir do momento em que todos conhecem as regras, todos ficam mais seguros.

- Não controlar as reuniões

Um bom chefe deve controlar as suas reuniões e abrir espaço para a participação de todos os funcionários, mas permitindo apenas opiniões e comentários relevantes. Funcionários que falam apenas para serem notados devem ser desencorajados para que os outros não tentem copiar esse comportamento e a reunião perca a sua eficiência.

- Permitir autopromoções exageradas

Funcionários que se autopromovem com frequência podem criar um clima de competição na empresa, o que atrapalha o ambiente de trabalho. Bons chefes devem elogiar quem mereça ser elogiado prontamente e ser criterioso nas críticas para quem merece ser criticado.

 


Conheça nossos Cursos Online da Área Gestão Empresarial:

Liderança Gerencial – Como Desenvolver Habilidades em Liderança
Gestão de Pessoas na Pequena Empresa – Parte 1
Gestão de Pessoas na Pequena Empresa – Parte 2

Fontes: Pequenas Empresas & Grandes Negócios – revistapegn.globo.com
Sociedade Brasileira de Coaching – sbcoaching.com.br/blog/
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você