Conheça um pouco mais sobre a Lei que pode ajudar no desenvolvimento de sua empresa

A Lei do Bem representar um grande benefício para o sucesso dos negócios

Desenvolvimento da empresa

O número de leis em vigor no nosso país é gigantesco, ultrapassando a casa dos 200 mil. Embora grande parte delas, torne a vida empresarial mais dispendiosa, algumas foram criadas justamente com o objetivo oposto, de modo que contribuem para o sucesso dos negócios, como é o caso da lei nº 11.196/05, a Lei do Bem, criada em 2005 com o objetivo de conceder incentivos fiscais a empresas privadas que se propõem a realizar pesquisas e desenvolver inovações tecnológicas.

É costume associarmos a ideia de inovação tecnológica ao segmento de informática ou tecnologia da informação e esquecermos que toda área é passível de melhorias. A Lei do Bem se efetiva justamente neste último sentido, estimulando a busca pelo aperfeiçoamento do produto ou serviço e a atribuição de novas funcionalidades a uma solução já existente no mercado, ou processo que impliquem melhorias, com real propósito de ganho de qualidade ou produtividade. Exemplificando, caso uma empresa substitua uma determinada matéria-prima por outro produto muito mais barato, mas que dê origem a um produto final tão bom ou melhor que o esperado, isso pode ser considerado uma inovação, desde que cientificamente comprovado.

Caso uma empresa queira desenvolver algum projeto de inovação, é preciso formalizar o processo junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTI), elaborando e documentando tudo de acordo com os parâmetros exigidos pelo órgão público para que a empresa extinga o risco de desaprovação do projeto. Isso se faz necessário porque, caso a empresa solicite a concessão fiscal, usufrute desse benefício por um tempo e, depois, o MCTI desaprove seu projeto, será obrigatória a devolução, com juros, de todo o valor de imposto que não foi pago.

Alguns incentivos fiscais promovidos pela Lei do Bem são:

- Dedução de 50% no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) na aquisição de maquinário e equipamentos destinados à área de Pesquisa e Desenvolvimento;

- Dedução de 20,4% até 34% na declaração do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica;

- Depreciação e amortização acelerada desses bens;

Portanto, vale a pena pesquisar mais a fundo e conferir se sua empresa possui os pré-requisitos exigidos pela lei.

 

Conheça os cursos online da Universidade Online de Viçosa da área de Gestão Empresarial

 

Curso Online Como Administrar Pequenas Empresas

Curso Online Administração Financeira na Pequena Empresa

Curso Online Como Administrar Estoque e Almoxarifado

 

Fonte: Administradores - administradores.com.br

Por Bruna Falcone Zauza

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 21.183.196/0001-77 Inscrição Estadual: 002455277.00-20
(31) 3899-7000 / adm@uov.com.br

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você