Soluções simples para aumentar a produtividade no trabalho

Para evitar esses transtornos e manter o fluxo de trabalho sempre satisfatório, alguns aspectos devem ser observados

Produtividade

A produtividade pode ser entendida como o rendimento de um trabalho quantificado dentro de um prazo. Esse rendimento, quando eficiente, proporciona alta produtividade, ou seja, um número maior de resultados ou finalizações de processos e, quando não eficiente, caracteriza-se por um número baixo de resultados finais em relação a um determinado espaço de tempo.

Sob o olhar empresarial, a ela é uma das responsáveis pelos lucros, uma vez que, quando se tem mais produtos para oferecer ao consumidor, maior o retorno financeiro para o negócio. Por isso, é comum encontrarmos chefes e outros profissionais de alta hierarquia dentro de uma corporação exigirem de seus empregados dedicação total à execução do trabalho que lhes compete para a obtenção de um alto índice de produtividade e, consequentemente, lucro. Entretanto, é preciso lembrar que os resultados não dependem apenas do funcionário, uma vez que este, como qualquer ser humano, sofre os impactos do cansaço e falta de interesse durante o período laboral e até mesmo da má organização estabelecida pela administração do empreendimento.

Para evitar esses transtornos e manter o fluxo de trabalho sempre satisfatório, alguns aspectos devem ser observados e, se necessário, adequados. Confira!

  1. Gestão do tempo

O tempo é o principal recurso de um empreendimento. Seja para alcançar uma meta ou finalizar uma tarefa simples, as horas gastas no processo não serão recuperadas. Assim, definir objetivos e prioridades é o que permitirá focar no que realmente importa e evitar desperdício de tempo com processos secundários.

O princípio de Pareto é uma máxima que sempre deve ser lembrada no ambiente de trabalho, a qual postula que 20% dos esforços vão gerar 80% dos resultados. Apesar de não ser uma regra absoluta, é possível perceber que, no dia a dia empresarial, ela faz muito sentido. Para exemplificar, considere: todos os clientes compram o mesmo volume de produtos ou alguns são responsáveis por maiores vendas que outros? Sendo a segunda opção a mais óbvia, logo concluímos que, no processo de venda, os vendedores devem gastar mais tempo fidelizando o cliente potencial, ou seja, o que trará mais resultados.

Para serviços de escritório, alguns métodos podem auxiliar no desenvolvimento da disciplina laboral necessária para melhor usufruto do tempo. Uma das técnicas mais populares é a Pomodoro: durante 25 minutos, o funcionário trabalha ininterruptamente e, logo após, descansa cinco minutos. Depois de quatro séries como essa, o intervalo para descansar é um pouco mais extenso, de modo que varia entre 15 e 30 minutos. Todos essas fatias de tempo podem ser cronometradas com um temporizador.

Empiricamente, as pausas de descanso potencializam a produtividade, uma vez que submete nosso cérebro a trabalhar em ciclos, assim como o restante do nosso corpo funciona por natureza.

  1. Controle dos processos

A qualidade final de um trabalho ou produto só pode ser garantida a partir do momento em que cada processo necessário para a sua execução/produção for dominado. Industrialmente falando, controlar processos relaciona-se com a automação industrial, a qual promove o ajuste preciso em cada etapa da produção para garantir um resultado perfeito.

Essa noção de aperfeiçoamento de etapas, no entanto, pode ser aplicada em qualquer área. Quando cada funcionário conhece profundamente as suas tarefas, tanto a prática quanto a necessidade de seu trabalho e a relação entre o que faz e as etapas anteriores e posteriores, os erros no processo são minimizados e o resultado final não terá falhas de execução. Desse modo, a organização de uma atividade em processos é um método eficiente para aumentar a produtividade e a qualidade do produto ou serviço final. Atém disso, isso também reduz o estresse ao esclarecer qual a próxima etapa e o que fazer para executá-la.

  1. Motivação

Muitas vezes, as pessoas que trabalham com você se sentem desmotivadas, paradas, cansada e estão muito longe de oferecer os resultados esperados. Para solucionar isso, é preciso criar um clima propício para que a pessoa se motive e desenvolva as suas tarefas com prazer, porque motivação é, antes de tudo, um estado de espírito.

De acordo com Hélvio Tadeu Cury Prazeres, professor do Curso Online Gestão de Pessoas na Pequena Empresa Parte 1, antes do fator salário, há seis coisas que fazem as pessoas trabalharem motivadas e, assim, produzirem mais: ter desafios, perspectiva de crescimento, reconhecimento, integração da equipe, sentir-se útil e ter um líder respeitado.

A motivação não tem nada de misterioso. As conquistas recentes das teorias de motivação, embora não produzam todas as respostas sobre o impulso para o trabalho, já oferecem recomendações para uma ação efetiva no meio organizacional. Essas teorias procuram compreender a própria natureza humana, explicando, prevendo e criando formas de direcionar o comportamento do indivíduo no trabalho.

 

Conheça mais sobre o assunto adquirindo os Cursos Online da Universidade Online de Viçosa da área de Gestão Empresarial

 

 

Curso Online Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 1

Curso Online Como Administrar Pequenas Empresas

Curso Online Administração Financeira na Pequena Empresa

 

Fonte: Revista Administradores - administrares.com.br

Por Bruna Falcone Zauza

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 21.183.196/0001-77 Inscrição Estadual: 002455277.00-20
(31) 3899-7000 / adm@uov.com.br

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você