Como captar água no meio rural em níveis mais baixos

Se a fonte de abastecimento estiver em nível mais baixo do que a direção da água, há necessidade de elevá-la

Como captar água no meio rural em níveis mais baixos

No meio rural, é possível captar água por gravidade ou por elevação. Quando a captação ocorre por gravidade, os custos do produtor são menores, principalmente com as atividades operacionais, mão de obra e manutenção dos equipamentos. “Na captação de água por elevação, a fonte de abastecimento deve preferencialmente estar localizada em nível mais elevado do que a direção da água”, afirma José Dermeval Saraiva Lopes, professor do Curso Online UOV Construção de Pequenas Barragens de Terra.

Por outro lado, se a fonte de abastecimento estiver em nível mais baixo do que a direção da água, há necessidade de elevá-la. Nesse caso, o produtor deve investir em equipamentos e instalações, para que a água seja captada com eficiência. Os mais comuns são rodas de água, moinhos de vento, carneiros hidráulicos e bombas d’água.

Rodas de água


Para que as rodas de água apresentem viabilidade, na propriedade, deve haver uma queda d’água com desnível. Dessa forma, as rodas de água acionam as bombas de forma eficiente e com baixo custo operacional. Existem modelos feitos de ferro e madeira, com tamanhos e tipos variados. A vantagem de sua instalação está no aproveitamento das águas de ribeirões, córregos, rios e canais.

Bombas d’água


Atualmente, existem inúmeros modelos e tamanhos de bombas d’água, tanto de pistão como centrífugas. Seu acionamento pode ser elétrico, por combustível ou biogás. Este último reduz os custos do produtor rural, pois pode ser produzido na própria propriedade, por meio de biodigestores. As bombas são muito comuns no meio rural, pois, além de mais baratas, são de fácil instalação.

Moinhos de vento


Os tipos de construção dos moinhos de vento são os mais variados. Mas para serem instalados, eles devem considerar as reais necessidades do produtor. No Brasil, os mais utilizados são os moinhos de vento, para bombear a água salgada até os tabuleiros de evaporação. Eles são instalados em salinas, para produção de sal de cozinha. Em algumas regiões, os moinhos são instalados para produção de gesso.

Os moinhos de vento são constituídos de pás giratórias ligadas a engrenagens. Estas acionam um eixo ligado a uma bomba d’água, do modelo e tamanho que o produtor preferir. Como são movimentados pelo vento, não há necessidade do uso de combustível nem eletricidade, o que reduz os custos operacionais. Por outro lado, eles devem ser instalados em regiões onde os ventos são constantes.

Carneiros hidráulicos


Duráveis e resistentes, os carneiros hidráulicos funcionam quando a água que passa por eles é elevada. Isso dispensa qualquer fonte de energia, o que reduz significativamente os custos operacionais do produtor. Entretanto, a água que não é elevada é desperdiçada. Por esse motivo, é importante considerar alguns fatores, como volume de vazão da água, altura em que ela se encontra e local da fonte de abastecimento.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:

Conheça os Cursos Online UOV da Área Irrigação.

Leia o artigo "Quais são os tipos de poluição da água?".

Fonte: ruralnews.com.br

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você