Está chegando o verão? Veja como cuidar do seu jardim

Nos meses de calor, o jardim precisa receber atenção especial principalmente na adubação, poda e regas

As podas de formação são muito importantes para deixar as plantas mais fortes e estimular o brotamento

O fim de dezembro marca o começo do verão no hemisfério sul do planeta. Em 2011, a estação mais quente do ano se inicia no dia 22, trazendo todas as vantagens e desvantagens do sol e calor intensos. Da mesma forma que o verão exige cuidados especiais para as pessoas, os jardins também necessitam de alguns toques diferentes para continuar bonitos e viçosos.

Como o sol é muito forte nessa estação, as podas não são recomendadas, sobretudo porque a abundância de luz do verão propulsiona a fase de brotação natural das plantas. O único tipo de poda permitido é a de formação, sendo necessária para a retirada de galhos secos e potencialização do brotamento.

“Na poda de formação, o que se quer é estimular o desenvolvimento da planta e sua fortificação, tornando a copa mais compacta, menos estiolada e com maior quantidade de folhas“, explica o engenheiro florestal e especialista em jardinagem, Eduardo Santos.

O excesso de chuvas também é comum no verão, sendo necessária atenção redobrada para a qualidade do solo dos jardins. Quando as precipitações são muito fortes, formando enxurradas, por exemplo, a água acaba por lavar os nutrientes da terra, sendo interessante utilizar matéria orgânica curtida ou cobertura morta para reter os nutrientes.

Apesar disso, o tempo úmido e propenso às chuvas, as plantas sugam o adubo totalmente, sendo necessário o reforço na adubação. Oferecer estrume, húmus e fertilizante NPK (nitrogênio, fósforo e potássio) é uma boa opção de manter altos os índices de nutrientes no solo.

“A adubação é extremamente importante principalmente porque, além da retirada dos nutrientes, feitas pelas plantas, também as chuvas e as regas contribuem para a erosão e o que torna o solo mais fraco e compromete a nutrição das plantas”, afirma Santos, que também é professor do curso online de Jardins – Planejamento, Implantação e Manutenção, da UOV.

Quanto às regas, a própria natureza define a quantidade necessária. Em caso de cidades chuvosas, a irrigação pode se dar em menor frequência. Já em locais mais secos, a rega deve ser feita preferencialmente pelas manhãs, para evitar que as plantas fiquem queimadas.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 21.183.196/0001-77 Inscrição Estadual: 002455277.00-20
(31) 3899-7000 / adm@uov.com.br

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você