Andam roubando seus peixes? Saiba o que fazer!

O surubim é um peixe de custo relativamente alto, ciclo longo, e dependendo da quantidade subtraída haverá implicações com sérios prejuízos financeiros para o piscicultor

Andam roubando seus peixes? Saiba o que fazer!   Artigos Cursos UOV

 

A piscicultura é uma atividade que desperta a subtração (roubo) dos peixes, tanto por pessoas como por animais invasores. No caso particular do surubim, que é um peixe de custo relativamente alto, ciclo longo, dependendo da quantidade subtraída haverá implicações com sérios prejuízos financeiros para o piscicultor.

“Portanto, do ponto de vista econômico, pode ser justificável fazer a instalação de dispositivos de proteção e segurança, tanto em tanques de recria como nos de engorda”, afirma José Eduardo Aracena Rasguido, Médico Veterinário pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1972). Atualmente, é Técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais.

- Cercas elétricas


Uma forma de proteger os tanques contra invasão de pessoas e, ou, de animais predadores é por meio do isolamento da área, utilizando-se cerca elétrica. As cercas elétricas, além de inibir a entrada de pessoas estranhas, também permitem obter um controle eficiente da entrada de lontras, que são animais aquáticos dotados de grandes habilidade para mergulhar e capturar os peixes, mesmo no fundo dos tanques.

Para que a cerca elétrica seja eficiente e tenha vida útil bastante longa, a sua instalação deverá ser feita utilizando-se materiais de boa qualidade. Deve ser evitada a instalação de cerca elétrica em locais onde existe grande circulação de pessoas. Mas, independentemente do local onde a cerca será instalada, será necessário colocar placas de advertência. Estas placas deverão ser de cor amarela, com as informações em preto. É necessário conter um símbolo que represente perigo de choque, e a frase “Cerca Elétrica” em letras grandes.

- Telas metálicas


Outra medida de segurança refere-se à instalação de telas metálicas ao redor dos tanques, até uma altura de um metro, para impedir a entrada de lontras e de outros animais predadores de menor porte.

- Telas antipássaros


Além de serem protegidos com cercas elétricas e com telas metálicas, os tanques poderão receber também uma proteção contra pássaros, obtida por meio da instalação de telas antipássaros, ao redor e sobre os mesmos. Telas apropriadas, de nylon com multifilamentos, deverão ser instaladas a partir das telas metálicas, dando continuidade a estas, até que atinjam uma altura mínima de dois metros, para que não dificultem os trabalhos que deverão ser realizados no interior dos tanques, ou seja, debaixo das telas. Na altura recomendada, as telas deverão ser estendidas também sobre os tanques, sempre apoiadas em estacas de madeira com a ponta protegida.

- Cães


Além do isolamento dos tanques, pode-se adotar a presença de cães, mantidos devidamente presos com coleiras bem resistentes, e de forma que tenham liberdade para se deslocar em uma das laterais dos tanques.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos Online UOV, da área Piscicultura.
Por Silvana Teixeira.

Sugestão de Curso

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você