Conheça as principais plantas medicinais

Saiba para que servem e quais cuidados devem ser tomados na hora de usá-las

Plantas medicinais

A tradição de usar remédios caseiros para a cura de doenças comuns, como gripes, resfriados e problemas digestivos está presente em todos os lares. Cada família conhece pelo menos uma receita caseira. E essas receitas sempre utilizam plantas medicinais. Elas passam de geração a geração e têm sobrevivido ao passar do tempo e ao crescimento da medicina alopática e dos remédios sintéticos.

“Uma grande parcela da população que não tem acesso aos remédios de farmácia trata e sempre tratou suas doenças, primordialmente, com plantas medicinais. Nos últimos anos, o desenvolvimento de uma consciência ecológica e de respeito ao próprio organismo está levando a uma intensificação do uso de remédios elaborados com extratos de plantas.”, relatam Celso Trindade e Maria Luiza Sartório, professores do Curso Online Farmácia Viva – Utilização de Plantas Medicinais, da Universidade Online de Viçosa.

A indicação terapêutica popular e a forma como são usadas as plantas têm importância crucial no início de um estudo científico do seu efeito. E, de fato, muitas das plantas usadas pelo povo têm seu efeito curativo comprovado cientificamente.

Conheça as principais plantas medicinais e descubra a finalidade medicinal de cada uma:


Alfazema (Lavandula spp)


Nomes populares: lavanda, lavândula

Usos medicinais: mais conhecida pelo seu aroma, suas folhas têm uso em remédios contra a conjuntivite e suas flores combatem a tosse, bronquite, queimaduras e enxaqueca.

Advertência: Se consumido em excesso, o chá irrita o estômago.


Babosa (Aloe vera)


Nomes populares: babosa

Usos medicinais: tem sido usada no tratamento de caspas, piolhos e lêndeas. Ainda, seus efeitos no tratamento de inflamações e queimaduras estão sendo estudados.

Advertência: essa planta não deve ser ingerida! Algumas substâncias presentes nela irritam o estômago e o intestino.


Boldo (Peumus boldus)


Nomes populares: boldo-do-chile, boldo-verdadeiro

Usos medicinais: tem efeito anti-inflamatório

Advertência: o excesso, em vez de ser benéfico pode causar intoxicação hepática. O uso por grávidas e asmáticos está proibido.


Calêndula (Calendula officinalis)


Nomes populares: Mal-me-quer, margarida-dourada, maravilha-dos-jardins

Usos medicinais: Usada em fungos, acne e escaras, além de prevenir assaduras em crianças e aliviar queimaduras leves, como as queimaduras de sol.


Camomila (Matricaria chamomilla)


Nomes populares: camomila-vulgar, camomila-comum

Usos medicinais: auxilia na digestão e eliminação de gases, além de estimular o apetite. Alivia dores musculares, na coluna e dores ciáticas, podendo ainda ser bochechada para tratar inflamações em gengivas.

Advertência: o excesso causa mal-estar e grávidas e, obviamente, alérgicos estão proibidos de ingerir.


Erva-cidreira (Melissa officinalis)


Nomes populares: melissa, chá-da-frança, cidrilha, citronela, erva-cidreira-europeia, cidreira-verdadeira, salva-do-brasil

Usos medicinais: é analgésica, antiespasmódica e funciona topicamente contra herpes labial.


Erva-doce (Pimpinella anisum)


Nomes populares: anis, semente-de-anis, cuminho doce

Usos medicinais: Tem ação contra cólicas infantis, gastrite nervosa, enxaquecas e também serve como purificador do hálito.

Advertência: grávidas não devem ingerir a planta. Desde que seja nas doses indicadas, o uso não possui contraindicações.


Eucalipto (Eucalyptus globulus)


Nomes populares: gomeiro-azul, mogno-branco, árvore-da-febre

Usos medicinais: o chá é controlador da temperatura corporal, combate dores de ciática e gota. Ainda estimula as defesas e alivia as dores do reumatismo. Por fim, é antisséptico e repelente natural.

Advertência: pode piorar os casos de asma seca. Em excesso, causa sonolência, vômitos, transtornos respiratórios e provoca até desmaios. Grávidas não podem usar e crianças não podem inalá-lo.


Valeriana (Valeriana officinalis)


Nomes populares: erva-dos-gatos, erva-de-são-jorge, valeriana-selvagem

Usos medicinais: usada como calmante natural, a valeriana ainda tem poder anti-estressante. Age no sistema nervoso central e é indicada para pacientes com dificuldade em pegar no sono e ansiosos.

Advertência: grávidas não devem tomá-la em hipótese alguma.



Conheça nossos Cursos Online da Área Plantas Medicinais:

Farmácia Viva – Utilização de Plantas Medicinais
Uso de Plantas Medicinais em Dermatologia
Florais – Preparo e Utilização



Fonte: Abril Saúde – saude.abril.com.br



por Renato Rodrigues

Sugestão de Curso

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 21.183.196/0001-77 Inscrição Estadual: 002455277.00-20
(31) 3899-7000 / adm@uov.com.br

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você