Cerveja artesanal: dicas para cervejeiros iniciantes

Cervejeiros iniciantes devem escolher uma cerveja mais simples, como a American Pale Ale

Cerveja artesanal: dicas para cervejeiros iniciantes

“Atualmente existem milhares de produtores de cerveja artesanal. Esse aumento se deve à qualidade da cerveja produzida e à variedade de estilos, que podem ser adaptados de acordo com o gosto de cada um. Assim, pode-se reunir os amigos, não somente para degustar uma bebida diferenciada, mas também para curtir todo o processo de produção”, afirma Alexandre Fontes Pereira, professor do Curso Online UOV Homebrew - A Arte de fazer Cerveja em Casa.

Entretanto, para produzir cervejas artesanais com alto padrão de qualidade, é indispensável conhecer o processo de produção. Além disso, no caso de cervejeiros iniciantes, é essencial escolher uma cerveja mais simples, como a Pale Ale. Trata-se de uma cerveja com boa demanda, bem ao gosto do brasileiro. Com a prática, será possível escolher outras cervejas mais elaboradas, como a Lager e suas variedades.


Evite cervejas muito alcoólicas

Cervejas muito alcoólicas, como Imperial Stout, apresentam maior grau de dificuldade na produção. Trata-se de um estilo de cerveja próprio para cervejeiros mais experientes, com maiores conhecimentos em fermentação, mosturação e maturação da bebida. Já as cervejas com menor teor de álcool utilizam menos malte, o que facilita na preparação do mosto. Sendo assim, prefira fazer cervejas menos alcoólicas.

A American Pale Ale é uma excelente opção para os cervejeiros iniciantes, pois apresenta baixo teor alcoólico e grande aceitação no mercado. Além disso, ela apresenta um grist de maltes mais simples e requer a utilização de uma levedura convencional. Como geralmente é consumida fresca, o tempo de espera até ficar pronta é menor. E o aroma dos lúpulos cítricos americanos agradam aos mais diversos paladares.


Comece com limite inferior de amargor

Outra característica das cervejas artesanais, que mais agradam ao paladar, é o limite inferior de amargor. Cervejas menos amargas conquistam principalmente as pessoas que começaram a apreciar cervejas feitas artesanalmente. Portanto, permaneça no limite de 30 IBU na escala de amargor. As cervejas IPA, por exemplo, são mais amargas que as do tipo ALE. Por esse motivo, a recomendação é começar com a American Pale Ale.


Prefira malte de cevada

A cerveja Weiss (trigo), que emprega grande volume de cereais não maltados, requer a utilização de uma rampa de temperatura para a parada proteica. Portanto, trata-se de um estilo de cerveja complexo para o cervejeiro iniciante, pois exige maior controle do processo de mosturação. Entretanto, se for utilizado o malte de cevada, basta ao cervejeiro se preocupar com a conversão do amido na mosturação.

Este é mais um motivo para que o cervejeiro escolha uma cerveja de fabricação mais simples, que utiliza apenas malte de cevada. Dessa forma, não será preciso se preocupar com a rampa de temperatura, mas sim com a rampa de sacarificação, que deverá permanecer entre 64 °C e 68 °C.


Conheça os Cursos Online UOV da Área Treinamento Profissional.

Fonte: concerveja.com.br

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você