Técnicas para tornar solos inférteis mais produtivos

Com algumas técnicas é possível promover o melhoramento do solo

Solo produtivo sendo regado

Dentre outras preocupações dos agricultores, o solo é uma das principais, pois ele precisa, além de apresentar boas características, ter boa disponibilidade de nutrientes para promover o bom crescimento e correta nutrição de tudo o que for plantado nele. Tornar solos improdutivos em solos férteis é um enorme desafio na agricultura.

Eurípedes Malavolta, Godofredo César Vitti, Heitor Cantarella, Jorge de Castro, José Luiz Duarte Coelho, Luiz Ignácio Prochnow e Moacyr Camponez, professores do Curso a Distância e Online UOV Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação, reforçam que tanto a falta de nutrientes quanto o excesso deles pode prejudicar o desenvolvimento das plantas, bem como a falta de correção do pH do solo que, no Brasil, tende a ser ácido. Assim, para o bom preparo da terra, é necessário conhecer seus componentes e características para oferecer a correta adubação aos cultivos, assim como a dosagem suficiente de calcário a ser aplicado.

Para empreender técnicas com a finalidade de melhorar a produtividade do solo, recomenda-se fazer uma análise para verificar quais são as reais condições para que, assim, as medidas sejam mais direcionadas e consequentemente mais eficazes.

Porém, pode-se utilizar algumas técnicas de melhoramento de solos:

- Para aumentar a fertilidade do solo e evitar o esgotamento rápido dos nutrientes, adubos orgânicos ou de origem mineral podem ser aplicados.

- A adubação verde também é uma técnica muito benéfica. Em solos pobres ela pode ser utilizada, cultivando plantas leguminosas como o tremoço, o feijão-de-corda, a leucena, entre outras. Esses adubos “verdes” aumentam o nível de nitrogênio do solo e também proporcionam expressividade na produção de húmus.

- Algumas técnicas de irrigação podem ser aplicadas em regiões com alto índice de evaporação, devendo preservar tanto o uso da água como evitar a ocorrência da salinização do solo.

- Em latossolos, por exemplo, onde há alto teor de alumínio, há a necessidade de aplicação de técnicas que corrijam a acidez do solo. Uma dessas técnicas é a calagem, amplamente conhecida e que consiste na adição de calcário para a adubação.

- A minhocultura, isto é, utilização de minhocas, além de larvas e insetos, é excelente para fertilizar e aerar o solo, dado que esses insetos constroem túneis que facilitam a passagem de ar.

- Com a análise dos solos, é possível determinar qual deve ser a melhor máquina para se utilizar nele, o que preserva a produtividade.

- Para conter a erosão de solos, há diferentes técnicas de cultivo disponíveis, como a de curvas de nível, o terraceamento (parcelamento do terreno inclinado em vários degraus) ou a cobertura do solo com vegetação, para que se evite a sua exposição a agentes intempéricos.

- Também há outras técnicas agrícolas, como a rotação de culturas e o afolhamento, promovendo um revezamento nos cultivos, utilizando uma parte do terreno enquanto a outra “descansa”.



Conheça os Cursos a Distância e Online CPT da Área Agricultura:

Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação
Aplicação Econômica de Adubos
Controle de Cupins em Áreas Agrícolas

Fonte: Mundo Educação – mundoeducacao.bol.uol.com.br
por Renato Rodrigues

Sugestão de Curso

Deixe seu comentário!

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A UOV garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Universidade Online de Viçosa © 2006 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130 - Bairro Ramos, Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 21.183.196/0001-77

Empresa Genuinamente Brasileira Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Ligamos para Você